Um homem de 41 anos acusado de abusar sexualmente de duas meninas de três e cinco anos, uma delas sua neta, em 2016, começou hoje a ser julgado à porta fechada no Tribunal São João Novo, no Porto.

Segundo a acusação do Ministério Público (MP), a 30 de setembro de 2016 o arguido ficou a cuidar das menores - a neta de três anos e a filha do padrasto desta, de cinco - e levou-as para o quarto, obrigando-as a ver filmes pornográficos.

Enquanto visualizam o filme, o homem acariciou as zonas genitais das menores por cima da roupa, tendo depois o caso sido denunciado por elas aos familiares.