Um homem de 31 anos foi detido pela Polícia Judiciária (PJ) da Guarda por crime de abuso sexual de crianças cometido de "forma continuada" e num contexto de "habitual convivência" com a vítima, foi hoje anunciado.

O Departamento de Investigação Criminal da PJ Guarda refere, em comunicado hoje enviado à agência Lusa, que o homem, sem qualquer ocupação profissional regular conhecida, está "fortemente indiciado" da prática de um crime de abuso sexual de crianças.

A vítima foi uma menor de 13 anos, portadora de ligeira deficiência do foro cognitivo, vizinha do suspeito e que com ele convivia espontaneamente, por vezes no interior da sua própria habitação, onde residia com os seus progenitores e tendo aquele como visita frequente", refere a fonte.

O detido foi presente às competentes autoridades judiciárias, para primeiro interrogatório e eventual submissão a adequadas medidas de coação, indica ainda a PJ da Guarda.