Ficou em prisão preventiva o homem suspeito de ter abusado de três crianças num colégio privado, na Amadora. 

O homem, marido da diretora do colégio, tem 48 anos, e alegadamente abusou das crianças, com cinco e sete anos no colégio "A escola da Paula”. 
  
A escola foi alvo de buscas na terça-feira por parte da Polícia Judiciária e o marido da proprietária acabou detido. Isto quase três semanas depois de um pai ter apresentado queixa na PSP da Venda Nova. 
  
O caso foi revelado pela TVI no final de julho. Logo nessa altura, muitos pais decidiram retirar os filhos do colégio. Uma semana depois, a escola convocou os pais para uma reunião, onde a diretora garantiu a inocência do marido e refutou todas as acusações das crianças. 
  
Os menores já prestaram declarações na Polícia Judiciária que acabou por deter o suspeito na terça-feira. 
  
Depois das denúncias, o alegado autor dos abusos sexuais cessou funções na escola e terá apresentado uma queixa-crime contra os pais das crianças, acusando-os de difamação.