"Mais do que a questão do valor, o que está aqui em causa é a questão de princípio e foi exatamente isso que PSD e CDS e o Governo agora apressadamente procurou concretizar, a verdade é que estes partidos e o Governo quiseram rapidamente colocar em cima da mesa um elemento de bloqueio e de limitação no acesso à IVG", afirmou a deputada do PCP Paula Santos, em declarações à Lusa.


IVG vai ser de 7,75 euros

"Tem havido inúmeros estudos que nos têm dito que as taxas moderadoras constituem um bloqueio no acesso aos serviços públicos de saúde", recordou.




foi aprovado pela maioria PSD/CDS-PP a 22 de julho