A Polícia Judiciária está a investigar o incêndio ocorrido ao início desta tarde num hotel devoluto de Penacova, que não causou feridos.

Os bombeiros locais foram alertados às 13:45 para o fogo naquele edifício, que se encontra desocupado há nove anos.

O incêndio começou numa das salas do hotel e ficou circunscrito a esse local, disse fonte dos bombeiros à TVI.

A rápida atuação dos bombeiros permitiu conter as chamas com dimensão considerável, como se pode ver pela fotografia divulgada na página do Facebook do Diário de Coimbra.

Contígua ao hotel encontra-se uma igreja, também ela de portas fechadas.

A propriedade, que é pertença da autarquia, da Santa Casa da Misericórdia e de privados, está para venda.

Apesar de se encontrar no perímetro urbano, as outras habitações e pessoas não estiveram em perigo.

No local estiveram 23 bombeiros e oito viaturas da corporação de Penacova, além da GNR e da Polícia Judiciária.

O jornal digital Penacova Actual esteve em direto do local, como se pode ver na sua página no Facebook.