A Polícia Judiciária (PJ) deteve, em Lisboa, uma antiga bancária por suspeitas de desvio de mais de 20 milhões de euros de clientes do banco para o qual trabalhava, disse este sábado à agência Lusa fonte desta força de investigação.

A mulher, de 57 anos e ex-consultora do Banco Best, foi detida na sexta-feira, e vai ser agora presente a primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação.

Segundo a fonte da PJ, a investigação vai continuar, havendo “a forte possibilidade de o prejuízo total causado aos lesados vir a ser superior”, uma vez que o número de vítimas “está a aumentar”.

A detida é suspeita de burla qualificada, abuso de confiança e falsificação de documento, crimes alegadamente cometidos num esquema em que a mulher prometia juros elevados aos clientes.