Um acidente no rali de Santo Tirso fez, este sábado, seis feridos, um deles grave, informou fonte da Proteção Civil à TVI24. O condutor de um dos veículos em prova terá perdido o controlo do carro, embatendo no público que se encontrava junto à estrada.

Segundo a mesma fonte, o despiste aconteceu em Monte Córdova, pelas 14:50, e para o local foram deslocados 15 elementos de duas corporações de bombeiros, Santo Tirso e Vila das Aves, apoiados por seis veículos.

Os feridos foram transportados para o hospital de Vila Nova de Famalicão.

Os seis espetadores feridos “não inspiram cuidados” e deverão ter “alta em breve”, disse à agência Lusa fonte do Centro Hospitalar do Médio Ave. Segundo o chefe de equipa da urgência da Unidade de Santo Tirso daquele centro hospitalar, os feridos apenas foram para ali transportados “por precaução” e para “fazer alguns exames clínicos”, mas “estão todos bem”.

“Prevejo alta para breve”, acrescentou.

Os seis espetadores ficaram feridos na sequência do despiste, pelas 14:50 em Monte Córdova, de um dos veículos em prova no Rali de Santo Tirso, tendo na altura o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) do Porto.

Segundo a agência Lusa, que cita fonte dos Bombeiros Tirsenses, os espectadores foram colhidos quando o condutor virou "à esquerda quando a prova virava à direita”.

As vítimas, acrescentou, encontravam-se num local “com bastante gente” e aparentemente sem perigo para os espectadores, onde “não era previsível” que pudessem ser atingidos.

Conforme adiantou à agência Lusa fonte dos Bombeiros Tirsenses, os espetadores foram colhidos por um dos veículos em prova, que se despistou, “virando à esquerda quando a prova virava à direita”.

Os espetadores, acrescentou, encontravam-se num local “com bastante gente” e aparentemente sem perigo, onde “não era previsível” que pudessem ser atingidos.

O acidente ocorreu durante a 5.ª e última prova do rali, cujo percurso era Assunção/Valinhas.