Dois alegados assaltantes ficaram feridos, um deles com gravidade, na sequência de uma operação policial na Grande Lisboa, nesta sexta-feira, e que culminou na detenção de três homens numa zona residencial de Queluz de Baixo, Oeiras, sabe a TVI.

Este grupo é suspeito de vários assaltos a caixas Multibanco e lojas CTT nos últimos meses, a maioria na Grande Lisboa. Todos estavam referenciados pela PSP, que esta tarde os aguardava na Rua D. João II, em Queluz de Baixo, na sequência de uma investigação e após mais um assalto que não contou com a participação de um quarto elemento do gangue, que estará em parte incerta.

Um dos assaltantes foi baleado na cabeça e outro foi atingido no abdómen e numa perna durante uma troca de tiros com o Grupo de Operações Especiais (GOE). Este último, de 29 anos, foi transportado para o hospital Amadora-Sintra, encontrando-se consciente. O primeiro, ferido grave, encontra-se no S. Francisco Xavier.

Três agentes da PSP também sofreram ferimentos, depois de a viatura em que se encontravam ter sido abalroada durante a tentativa de fuga.

O grupo tentava fugir num MINI branco, roubado, e que era usado nos assaltos, viatura essa que estava a ser vigiada pela polícia e que tinha acabado de participar numa tentativa de assalto a uma carrinha de valores, ao início da tarde, em Carnide.

Um terceiro elemento do grupo foi detido na mesma operação.

No assalto à carrinha de valores, um dos seguranças da carrinha ficou ferido, mas conseguiu acionar o dispositivo que marca as notas com tinta.

O grupo, que anda armado, é considerado extremamente perigoso.

A Polícia Judiciária esteve no local a realizar perícias.