O corpo do jovem de 16 anos que desapareceu no domingo no açude de Monte da Barca, em Coruche, foi encontrado cerca das 12:30 de hoje, disse à Lusa uma fonte da GNR.

De acordo com a fonte, o corpo do jovem foi encontrado pelas equipas de busca que desde domingo percorrem as águas da barragem.

Os meios de busca tinham sido reforçados esta terça-feira de manhã e o perímetro de busca alargado.

Lurdes Fonseca, oficial de serviço dos Bombeiros Municipais de Coruche, disse à Lusa que os trabalhos foram dificultados pela “visibilidade nula” e pela grande quantidade de lodo, com um comportamento “tipo areia movediça”, existente no açude.

Para o local foram enviadas equipas de mergulhadores dos Bombeiros Municipais de Coruche e das corporações de bombeiros voluntários de Salvaterra de Magos, de Benavente e de Constância, com dois elementos cada, apoiadas por três embarcações, e ainda uma equipa da Unidade Especial de Operações Subaquáticas da GNR, com uma embarcação e sete operacionais.

Estas equipas contaram com o apoio de dois binómios do Grupo de Intervenção Cinotécnica da GNR.

As buscas, iniciadas pouco depois de lançado o alerta, às 12:36 de domingo, tiveram como ponto de referência o local onde o jovem desapareceu, disse Lurdes Fonseca à Lusa.

O jovem, de 16 anos, encontrava-se a passar o dia com a família e amigos junto ao açude do Monte da Barca, classificado como área protegida de âmbito local, tendo entrado na água na companhia de um amigo, que tentou ajudar, sem sucesso, adiantou.