As buscas para encontrar uma mulher que se suspeita ter desaparecido, na segunda-feira, no mar da Foz do Arelho (Caldas da Rainha), foram interrompidas cerca das 20:00 desta terça-feira, informou a Capitania do Porto de Peniche.

Desmobilizámos o efetivo às 20:00, mantendo apenas o piquete da Polícia Marítima, e retomaremos as buscas ao nascer do sol de quarta-feira”, disse à agência Lusa o comandante da Capitania de Peniche, Marco Augusto.

A mulher, de 69 anos, residente na Foz do Arelho, no concelho das Caldas da Rainha (distrito de Leiria), foi dada como desaparecida ao início da noite de domingo.

Na segunda-feira as suas roupas foram encontradas na praia da Foz do Arelho por familiares, que alertaram a autoridade marítima para a possibilidade de a mesma ter entrado no mar.

As buscas foram iniciadas às 17:30 de segunda-feira e prolongaram-se durante todo o dia de hoje, “sem se ter verificado qualquer avistamento”, afirmou o capitão do porto.

As buscas envolveram hoje meios da capitania, corporações de bombeiros das Caldas da Rainha e Óbidos e, durante o período da manhã, um helicóptero A-101 da força aérea.

De acordo com o comandante do porto, na quarta-feira “o perímetro das buscas será alargado de duas milhas para três milhas na costa a norte e a sul” da Foz do Arelho, bem como à lagoa de Óbidos, onde vão ser empenhadas duas motas de água.