As buscas para encontrar um jovem de 16 anos que desapareceu no domingo enquanto nadava com amigos e familiares no açude do Monte da Barca, em Coruche, foram retomadas e reforçadas esta segunda-feira de manhã, disse à Lusa, uma fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Santarém.

O comandante Sérgio Henriques (dos Bombeiros Voluntários de Minde) disse à Lusa que as buscas, suspensas às 22:00 de domingo, foram retomadas às 07:36 de hoje, estando no terreno sete viaturas, duas embarcações e 19 operacionais.

Segundo o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Santarém, às duas equipas de mergulhadores dos bombeiros juntou-se uma equipa subaquática dos Grupos de Intervenção de Proteção e Socorro (GIPS) da GNR, estando ainda a percorrer a zona em redor um binómio do Grupo de Intervenção Cinotécnico, também da GNR.

O alerta para o desaparecimento foi recebido pelos bombeiros às 12:36 de domingo.

O açude do Monte da Barca, classificado como área protegida de âmbito local, é uma barragem de terra cuja albufeira tem cerca de 2,5 quilómetros de comprimento e ocupa uma área de 884 hectares.