Oitenta bombeiros, apoiados por três meios aéreos combatem o fogo que deflagrou às 13:30 numa área de mato em Malhada Formosa, na freguesia de Sabóia, concelho de Odemira e que tem três frentes activas, segundo a Proteção Civil.

Na sua página na internet, a Proteção Civil refere que os bombeiros estão a ser auxiliados por três meios aéreos - um helicóptero ligeiro e dois aviões - e 31 viaturas, mais sete veículos de outros organismos.

Segundo informação do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), 13 concelhos dos distritos de Viseu, Guarda, Coimbra, Castelo Branco, Santarém e Faro apresentam hoje risco máximo de incêndio.

De acordo com o IPMA, em risco máximo de incêndio estão os concelhos de Sernancelhe, Moimenta da Beira (Viseu), Guarda, Sabugal (Guarda), Arganil, Pampilhosa da Serra, Góis (Coimbra), Sertã, Vila de Rei, Oleiros (Castelo Branco), Mação, Sardoal (Santarém) e Monchique (Faro).

O IPMA colocou também em risco muito elevado de incêndio vários concelhos dos distritos de Braga, Porto, Vila Real, Bragança, Viseu, Guarda, Coimbra, Castelo Branco, Santarém, Portalegre, Évora, Setúbal, Beja e Faro.