Uma rixa entre um grupo e um homem na rua D. Luís I, em Lisboa, na manhã de segunda-feira, fez pelo menos dois feridos.

Segundo confirmou fonte da PSP à TVI24, as "agressões mútuas" aconteceram cerca das 7:30, do dia 25, "entre um grupo e uma pessoa".

A pessoa envolvida na rixa, um homem de 35 anos, é o proprietário do estabelecimento em frente ao qual aconteceram as agressões, e que é visível nas imagens que estão a circular nas redes sociais. O homem "foi assistido no local pela VMER e transportado para o Hospital de São José", mas já teve alta hospitalar.

Em declarações à TVI24, o proprietário do "Palácio do Kebab" revelou que é o homem que é visto nas imagens e que tudo aconteceu enquanto se encontrava a limpar o estabelecimento e deixou a porta entreaberta. Nesse momento, "cerca de 30 a 40 pessoas" entraram no restaurante a pedirem para serem servidos e, perante a recusa, reagiram com violência.

O dono do restaurante revelou ainda que houve "mais do que um disparo" e que se tentou defender como conseguiu "com uma espátula com que corta a carne dos kebabs" e não com uma faca.

O homem revela ainda que foi assaltado - ficou sem o telemóvel e os cartões do multibanco - e que o grupo tentou levar a caixa registadora do estabelecimento.

Suspeitos identificados no hospital

A PSP revelou ainda que "conseguiu identificar quatro homens já no hospital de São José, com idades entre os 22 e os 24 anos, que ali se deslocaram pelos próprios meios e que podem estar relacionados com as agressões".

Outros dois homens, de 26 e 30 anos, "foram identificados no Hospital Garcia de Orta, em Almada", e um deles tinha ferimentos.

A polícia confirmou também que durante os desacatos terá sido efetuado um disparo e que, por isso, a investigação do caso foi entregue à PJ.