Um professor de uma escola básica/jardim de infância de Beja foi detido por suspeita de pelo menos 87 crimes de abuso sexual de crianças suas alunas e aguarda julgamento em prisão preventiva.

Segundo a Polícia Judiciária, o homem, de 47 anos, "usando da ascendência que lhe conferia o estatuto de professor", conseguiu que "as suas alunas, menores de oito anos, se sujeitassem a atos de natureza sexual por ele praticados" desde 2015 na escola do 1.º ciclo do ensino básico do distrito de Beja onde lecionava.

O professor foi detido na quarta-feira e sujeito na sexta-feira a primeiro interrogatório judicial no Tribunal de Beja, que lhe decretou a medida de coação de prisão preventiva, e vai aguardar julgamento no Estabelecimento Prisional de Beja.

Segundo o Ministério Público de Beja, o homem está "indiciado pela prática de pelo menos 87 crimes de abuso sexual de crianças", o inquérito encontra-se em segredo de justiça e a investigação foi delegada na Polícia Judiciária de Faro.