A Polícia Judiciária está a realizar buscas nos estádios do Benfica, Desportivo das Aves, Vitória de Setúbal e Paços de Ferreira, confirmou a TVI junto de fonte policial.

Em causa estão suspeitas de corrupção, tráfico de influência e oferta ou recebimento indevido de vantagem, nomeadamente o pagamento a jogadores para que ganhassem jogos frente ao FC Porto.

Não está prevista qualquer detenção, apenas a recolha de prova, apurou, ainda, a TVI.

A operação, denominada "Mala Ciao", está sob investigação do Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) do Porto, que realizou 24 buscas, 14 das quais domiciliárias e quatro a sociedades desportivas.

"No âmbito de inquérito a correr termos na secção distrital do DIAP do Porto, em que se investiga a prática de factos susceptíveis de integrar os crimes de corrupção activa e passiva, tráfico de influência e oferta ou recebimento indevido de vantagem, tipificados pela Lei nº 50/2007, de 31.08, foi determinada realização de catorze buscas domiciliárias e dez não domiciliárias, quatro das quais a sociedades desportivas", consta na informação divulgada pela Procuradoria-Geral Distrital do Porto.

O Ministério Público indica, ainda, que as buscas têm lugar "nas comarcas de Viana do Castelo,  Braga, Bragança,  Porto, Porto Este, Lisboa e Setúbal e são efetuadas pela Polícia Judiciária".

Benfica fala em "denúncia anónima no Porto"

O Benfica confirma as buscas e que foi "recolhida informação junto da SAD", na sequência de um processo que tem "base numa denúncia anónima efetuada no Porto", segundo comunicado divulgado no seu site:

"A Sport Lisboa e Benfica – Futebol SAD informa que no âmbito de um processo de investigação em curso com base numa denúncia anónima efetuada no Porto, foi hoje recolhida informação junto da SAD do Clube por parte de uma equipa da Policia Judiciária, ao mesmo tempo que foram fornecidos todos os esclarecimentos solicitados.

A Sport Lisboa e Benfica – Futebol SAD reitera a sua total disponibilidade em colaborar com as autoridades, no sentido de um profundo e cabal esclarecimento deste processo em investigação, em prol da defesa e bom nome e da reputação da nossa instituição, encarando com serenidade todo o conjunto de diligências necessárias ao apuramento da verdade.

O Benfica reafirma a todos os seus Sócios, adeptos e simpatizantes - que a exemplo do provado em recentes processos com decisões finais - sempre pautou a sua conduta por um escrupuloso respeito da legalidade."

Pelas 15:30, em conferência de imprensa, o presidente dos encarnados, Luís Filipe Vieira, vai reagir a esta operação.

Também o Desp. Aves "confirma que as suas instalações foram alvo de buscas por parte da Polícia Judiciária". "O clube colaborou com as autoridades em todas as diligências efectuadas. O processo está em segredo de justiça", indica, ainda, em comunicado.