A Polícia Judiciária (PJ) apreendeu 125 quilogramas de pólen de haxixe, a maior de sempre daquele tipo de droga no arquipélago dos Açores, e deteve duas mulheres, anunciou esta quinta-feira aquela força policial.

Em comunicado, a PJ informa que a operação de combate ao tráfico de estupefacientes, desenvolvida na freguesia da Relva, concelho de Ponta Delgada, ilha de São Miguel, “permitiu detetar o produto estupefaciente numa viatura, dissimulado em embalagens de vestuário destinado a comercialização”.

De acordo com o comunicado do Departamento de Investigação Criminal de Ponta Delgada da PJ, além do pólen de haxixe, “suficiente para obter aproximadamente 250 mil doses individuais”, foram apreendidos “cerca de oito mil euros em dinheiro, um veículo automóvel, munições de arma de fogo, artefactos de marfim, equipamentos de comunicações e abundantes elementos com relevância probatória”.

As arguidas, de 38 e 47 anos, são comerciantes e vão ser presentes hoje ao juiz de instrução criminal, para a eventual aplicação de outras medidas de coação.

A PJ acrescenta que a investigação contou com a colaboração da GNR de Ponta Delgada, através da sua equipa cinotécnica.