O novo Museu Nacional dos Coches, em Belém, abriu este sábado ao público com um programa de entrada gratuita que inclui desfile da Charanga a Cavalo da GNR e uma exibição da Escola Portuguesa de Arte Equestre.

A data foi marcada para assinalar o 110.º aniversário da inauguração do museu original, em 1905, por iniciativa da rainha D. Amélia, mulher do rei D. Carlos I.

De acordo com informação do museu, a abertura, com entrada gratuita, está prevista para as 10:00, prolongando-se até às 18:00, com a última entrada às 17:30, incluindo visitas guiadas.

Às 11:00, houve uma concentração na Praça do Museu, da Charanga a Cavalo da GNR e de carruagens da Associação Portuguesa de Atrelagens (APA), iniciando-se o desfile às 11:30, com passagem pelo auditório do museu e apresentação dos modelos de carruagem e atrelagens.

Às 12:00, o cortejo percorrerá o Jardim Vasco da Gama, com atuação da Charanga da GNR, com duas carruagens disponíveis para o público e, a partir das 15:00, haverá uma exibição da Escola Portuguesa de Arte Equestre, no mesmo local.

No domingo, segundo dia das celebrações, também com entrada gratuita, estão previstas visitas guiadas e um desfile de automóveis clássicos.

A partir de segunda-feira, as entradas no novo museu vão custar seis euros e passam a oito quando estiver concluído o projeto museográfico do edifício, segundo a Secretaria de Estado da Cultura (SEC).

No antigo edifício do Museu dos Coches, no Picadeiro Real, que continuará aberto ao público, as entradas vão custar quatro euros, menos dois que o cobrado até agora, refere a Lusa.