O terceiro dia da operação de busca e resgate de um pescador desaparecido no rio Minho, em Alvaredo, Melgaço, distrito de Viana do Castelo terminou cerca das 18:00, sem resultados, disse o capitão do Porto de Caminha.

Segundo o capitão do porto e comandante da Polícia Marítima (PM) de Caminha, Pedro Costa, "as operações subaquáticas terminaram cerca das 13:00 e não serão retomadas".

Foi batida toda a zona de maior probabilidade de poder ser encontrado o corpo, mas sem sucesso", disse.

As buscas no rio Minho vão continuar, na terça-feira, com início a partir das 9:00, envolvendo uma embarcação da PM de Caminha e outra do Comando Naval do Minho.

As buscas terão início em Peso, Melgaço, até ao limite do concelho de Valença", referiu.

Por terra, nas margens do rio Minho, "os trabalhos contarão com meios dos bombeiros de Melgaço, apoiados por ‘drones' espanhóis".

O pescador de 67 anos desapareceu no rio Minho, em Alvaredo, Melgaço no sábado à noite nas imediações da pesqueira, uma estrutura usada na pesca da lampreia, "onde terá caído ao rio".

O trator do pescador foi encontrado no sábado, no caminho de acesso à pesqueira.