O ator António Montez, de 73 anos, que participou, entre outras, na primeira telenovela portuguesa, «Vila Faia», em 1982, morreu esta segunda-feira em Lisboa, disse à Lusa o ator Heitor Lourenço.  
  
António Montez, segundo a mesma fonte, encontrava-se doente, e morreu numa unidade hospitalar, em Lisboa.  


                                             

Natural do Cartaxo, no distrito de Santarém, António Montez recordou numa conversa naquela vila ribatejana, que começou a carreira aos 23 anos, no Teatro Experimental do Porto, depois de ter deixado a licenciatura de Medicina.   
  
Tornou-se conhecido do grande público, ainda na década de 1970, com a participação em encenações de teatro televisivo, nomeadamente de Artur Ramos, na RTP e, mais tarde, com a participação em telenovelas como «Vila Faia», «Chuva na Areia» e «Olhos nos Olhos», entre outras.