Um jovem suspeito de esfaquear outro em Viana do Castelo foi sujeito a Termo de Identidade e Residência (TIR) e a apresentações bissemanais mas foi detido novamente pela PSP por posse de arma proibida.

Em declarações à agência Lusa, o segundo comandante da PSP de Viana do Castelo, Raul Curva, adiantou que a segunda detenção do jovem de 17 anos ocorreu na sequência de uma busca realizada à sua residência, tendo sido apreendida uma arma proibida e 35 doses de haxixe.

O responsável adiantou que o jovem se encontra detido na esquadra local da polícia e vai ser novamente presente, na sexta-feira, ao juiz de instrução criminal do tribunal da cidade.

Hoje de manhã, sujeito a primeiro interrogatório judicial pelo esfaqueamento de um jovem de 18 anos, foi libertado, tendo sido sujeito à medida de coação mais leve, com obrigatoriedade de apresentações bissemanais na PSP.

Aquele jovem foi detido, na quarta-feira, suspeito de esfaquear outro, de 18, na terça-feira, cerca das 22:30, nas proximidades da escola primária da Meadela", freguesia urbana daquele concelho, na "sequência de divergências entre os dois jovens, que pertencem ao mesmo grupo".

"A agressão foi presenciada por outros indivíduos, que conduziram a vítima ao hospital", explicou Raul Curva


Os dois jovens, ambos residentes na cidade de Viana do Castelo, "têm antecedentes criminais por furto, ofensas à integridade física, e consumo de estupefacientes".