"A responsabilidade é do Ministério da Educação, porque é quem contrata as tarefeiras para as escolas rurais e das sete pessoas necessárias para o concelho só vieram seis", argumentou o autarca.