A embaixada da Sérvia em Lisboa lançou uma linha telefónica que visa facilitar os donativos para ajuda humanitária às vítimas das cheias que afetam o país há uma semana, consideradas as mais graves na região.

De acordo com informação divulgada pela embaixada, o número em Portugal é o 760 100 381.

Por cada telefonema, são atribuídos 50 cêntimos à população sérvia afetada pelas inundações, sendo que o custo da chamada é de 60 cêntimos.

Na segunda-feira, a embaixada da Sérvia em Lisboa desencadeou uma campanha de solidariedade face às cheias, que também afetam Bósnia e Croácia.

«Não apelamos apenas aos cidadãos sérvios que vivem em Portugal, também gostaríamos de apelar ao povo português, sabendo que temos relações muito calorosas e decerto a compreensão para que nos ajude nesta situação muito difícil», disse na altura à Lusa o embaixador sérvio, Mirko Stefanovic.

A Sérvia cumpre hoje o primeiro de três dias de luto pelas vítimas da catástrofe definidos pelo Governo do país, estando ainda prevista para hoje a abertura de um livro de condolências nas várias embaixadas sérvias de todo o mundo.

As cheias que afetam não só a Sérvia, mas toda a região dos Balcãs, já causaram pelo menos 50 mortos e, de acordo com o embaixador sérvio, mais de 31 mil desalojados.

As consequências do fenómeno, provocado por chuvas intensas - em três dias o nível foi equivalente a três meses de pluviosidade contínua ¿ já foi comparado pelas autoridades locais às guerras ocorridas entre 1992 e 1995.