A GNR anunciou hoje ter detido 11 pessoas por suspeitas de tráfico de droga e passagem de moeda falsa, em Cuba, no Alentejo, numa operação em que apreendeu mais de 700 doses de droga e armas.

O grupo, constituído por oito homens e três mulheres com idades entre os 17 e 31 anos, foi detido no domingo, na vila de Cuba, distrito de Beja, na sequência de uma investigação por tráfico de droga, explica a GNR, num comunicado enviado à agência Lusa.

Segundo a guarda, os detidos, três dos quais com antecedentes criminais por tráfico de droga e furtos, vão ser presentes ao Tribunal de Cuba para primeiro interrogatório judicial e eventual aplicação de medidas de coação.

A investigação, que tinha começado há seis meses, visou o grupo, que "operava no distrito de Beja, com principal incidência em Cuba", e permitiu "apurar que os suspeitos utilizavam notas falsas para efetuarem compras em lojas de comércio local", explica a força de segurança.

De acordo com a GNR, a investigação incluiu 13 buscas domiciliárias e seis a veículos, que permitiram apreender 430 doses de cocaína, 268 de haxixe, 12 de folhas de canábis e nove de MDMA, uma planta de canábis, seis viaturas, cinco armas brancas, 3.580 euros em notas falsas, cerca de 3.000 euros em dinheiro, 23 telemóveis, dois computadores e duas balanças digitais.