O corpo da mulher que estava desaparecida, após o rebentamento de dois tanques de rega, foi resgatado, muito perto do local onde tinha desaparecido, apurou a TVI.

A mulher, com cerca de 60 anos, foi arrastada pela água, estando desaparecida desde as 8:30 desta manhã. O corpo viria a ser encontrado pela equipa de buscas, cerca das 18:15, e o óbito foi atestado pelo delegado de saúde.

Os dois tanques rebentaram, esta quarta-feira de manhã, na freguesia de Campanário, na Madeira.  O volume bastante elevado de água percorreu uma descida de cerca de 100 metros e arrastou bananeiras, paredes e muita terra.  

A mulher vivia numa casa ao lado dos poços que rebentaram e tentava desviar o curso de água das chuvas do quintal quando uma parede desabou e a arrastou.