Dois navios, um helicóptero e duas aeronaves participam nesta segunda-feira nas buscas para encontrar os dois pescadores portugueses desaparecidos no naufrágio do pesqueiro «Mar Nosso» nas Astúrias, acidente que vitimou já três pescadores portugueses.

As operações, segundo informa a autoridade espanhola Salvamento Marítimo, citada pela Lusa, serão conduzidas por meios idênticos aos usados nos últimos dias, com o navio «Salvamar Capella» a atuar durante a manhã, apoiado pelo avião Sasemar 102. Durante a tarde estará no terreno o navio Concepción Arenal e um helicóptero Helimer 212.

Fonte do Salvamento Marítimo adiantou que, para já, não serão mobilizados meios adicionais, nomeadamente mergulhadores especializados em aceder ao interior do navio que está afundado a cerca de 170 metros de profundidade.

A bordo do «Mar Nosso», de bandeira portuguesa e propriedade de um armador de Marín, na Galiza, estavam 12 tripulantes, dos quais sete eram portugueses - a maioria de Caxinas - e cinco espanhóis. Sete marinheiros foram já resgatados com vida, cinco dos quais espanhóis, da Galiza, e dois portugueses.