A PJ realizou, esta quarta-feira de manhã, buscas nas instalações de Lisboa e do Porto do Sindicato Unificado da Polícia (SUP), disse à Lusa o presidente da estrutura sindical.

Segundo Peixoto Rodrigues, ninguém do sindicato foi constituído arguido até ao momento e durante as buscas foram mostradas as contas do SUP.

Adiantou ainda que em 2015 "dois ou três ex-dirigentes" do SUP apresentaram uma queixa por considerarem que as contas do sindicato não estavam corretas.

"Estou de consciência tranquila", afirmou Peixoto Rodrigues, manifestando-se disponível para esclarecer o caso junto das autoridades.

O responsável frisou que o que poderá estar em causa é o crime de abuso de confiança, mas sublinhou que as contas do SUP são todas auditadas.