O Banco de Portugal (BdP) emitiu esta sexta-feira um alerta sobre três entidades que «não se encontram habilitadas» para exercer «a atividade de concessão de crédito ou qualquer outra atividade financeira reservada às instituições sujeitas à supervisão» do regulador.

As entidades e pessoas singulares em causa são João Manuel Martins Frade, Vítor Juvenal Martins Frade e VMJM – Consultoria Financeira e Investimentos Imobiliários, Lda.

«Mais se adverte que nenhuma sociedade detida, gerida ou administrada pelas pessoas acima indicadas está habilitada a desenvolver atividade financeira reservada às instituições sujeitas à supervisão do Banco de Portugal, cuja lista pode ser consultada no sítio do Banco de Portugal na Internet», acrescenta o banco central.