O escritor Helder Moura Pereira venceu o Grande Prémio de Poesia, da Associação Portuguesa de Escritores (APE), com a obra "Golpe de Teatro".

O livro, editado pela Assírio & Alvim, "culmina um percurso poético longo e consistente", segundo a ata do júri.

Trata-se de uma poesia enraizada nos detalhes da experiência comum e enriquecida por uma cativante energia imagéticos"

Helder Moura Pereira, 68 anos, escritor e tradutor, soma vários prémios literários, entre os quais o Prémio de Poesia Luís Miguel Nava e o Prémio de Literatura Casa da América Latina/Banif.

O júri, que atribuiu o Grande Prémio de Poesia por unanimidade, integrou Cândido Oliveira Martins, Isabel Pires de Lima e Manuel Frias Martins.

O Grande Prémio de Poesia António Feijó, no valor de dez mil euros, é atribuído pela Associação Portuguesa de Escritores em parceria com a autarquia de Ponte de Lima.

Helder Moura Pereira traduziu ainda obras de autores como Marquês de Sade, Guy Debord, Ernest Hemingway, Silvia Plath e Jorge Luis Borges.

O júri, que atribuiu o Grande Prémio de Poesia por unanimidade, integrou Cândido Oliveira Martins, Isabel Pires de Lima e Manuel Frias Martins.

O Grande Prémio de Poesia António Feijó, no valor de 10 mil euros, é uma iniciativa da Associação Portuguesa de Escritores em parceria com a autarquia de Ponte de Lima.