A esquadra da PSP da Brandoa, no concelho da Amadora, foi alvo de buscas e apreensões por parte do Ministério Público de Sintra. A operação ocorreu esta manhã de sexta-feira, e teve também como alvo uma empresa privada.

As buscas realizaram-se na sequência da instauração de um inquérito para investigar crimes de corrupção passiva e ativa e de abuso de poder, segundo uma nota da Procuradoria-Geral Distrital de Lisboa (PGDL).

[Estarão em causa] condutas relacionadas com atividade desenvolvida por agentes de autoridade no desempenho das suas funções, designadamente na fiscalização de obras públicas executadas no concelho da Amadora, com eventual repercussão na segurança rodoviária”.

A PGDL não identifica a esquadra, mas a direção nacional da PSP confirmou à agência Lusa que as buscas decorreram na esquadra da Brandoa, apesar de afirmar que desconhece o processo.

A investigação é dirigida pelo Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) de Sintra com a coadjuvação da Unidade Nacional de Combate à Corrupção (UNCC) da Polícia Judiciária.