Um sismo com magnitude de 4,1 na escala de Richter foi esta terça-feira sentido no concelho de Ponta Delgada, ilha de São Miguel, Açores, anunciou a Proteção Civil, acrescentando que não foram reportados danos.

Segundo o Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores, que cita o Centro de Informação e Vigilância Sismovulcânica dos Açores (CIVISA), o sismo foi registado às 08:45 locais (mais uma hora em Lisboa) e teve epicentro a cerca de 48 quilómetros a oeste/noroeste dos Mosteiros, Ponta Delgada.

“De acordo com a informação disponível até ao momento, o sismo foi sentido com intensidade máxima II/III na Escala de Mercalli Modificada no concelho de Ponta Delgada”, adiantou a mesma nota.

A Proteção Civil referiu que não há danos reportados do sismo, com epicentro no mar, acrescentando que, juntamente com o CIVISA, continua a acompanhar o evoluir da situação.

À população, a Proteção Civil esclarece que o eventual impacto destes efeitos pode ser minimizado através da adoção de comportamentos adequados, aconselhando a manter a calma e a contar com a existência de possíveis réplicas.

Não acender fósforos nem isqueiros e cortar imediatamente o gás, a eletricidade e a água, são outras das recomendações deste serviço, que apela a cuidados com vidros partidos, cabos de eletricidade e objetos metálicos que estejam em contacto com estes.

Em edifícios públicos, a população não deve precipitar-se para as saídas, nem utilizar os elevadores, aconselhando, ainda, o afastamento das praias e zonas ribeirinhas.

Entre outros conselhos, o Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores refere ainda que as pessoas, estando na rua, devem dirigir-se para um local amplo, protegendo-se de estruturas que eventualmente possam cair.