Os inspetores da ASAE vão fazer um dia de greve no aniversário desta autoridade, a 3 de novembro, num protesto que foi aprovado em assembleia geral da Associação Sindical dos Funcionários da Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASF-ASAE).

“Fazendo jus à vontade expressa pelos associados, a ASF-ASAE decretou o próximo dia 3 de novembro de 2015 como um dia de greve, que culminará com a realização de uma manifestação, que decorrerá no Porto, junto à Biblioteca Municipal Almeida Garrett”, informa a associação sindical em comunicado hoje divulgado.

Esta medida de protesto deve-se à situação sócio profissional dos trabalhadores da ASAE, com especial relevância para a ausência de um estatuto de carreira profissional.

A associação sindical, naquele comunicado, critica a forma “pouco clara e ambígua” como a direção da ASAE se tem relacionado com os seus funcionários e o “silêncio e o total alheamento da tutela” perante os alertas e reivindicações dos trabalhadores, que estão “preocupados com o continuado e negligente definhar“ da ASAE, seja no que diz respeito à “gritante falta de recursos humanos seja de meios materiais”.

O sindicato diz ainda que há uma “flagrante falta de estratégia” para encarar o futuro da ASAE, uma autoridade demasiado importante para o país por ser um garante da segurança alimentar dos portugueses.

“Custa-nos a acreditar como é possível um Governo não ter acreditado num organismo que é o único órgão de polícia criminal com competência específica nas áreas da saúde pública e criminalidade económica, sabendo de antemão que, ao não fazê-lo, estava a afastar-se irresponsavelmente da sua função reguladora do exercício das atividades económicas e de salvaguarda da saúde pública”, acrescenta no comunicado.

Na reunião magna da direção da associação sindical foi aprovada uma moção visando a realização de um dia de greve com manifestação, decorrendo na mesma data e local as celebrações do X aniversário da Autoridade de Segurança Alimentar e Económica, promovidas pela direção da ASAE.