O Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) vai alienar, em hasta pública, material lenhoso queimado proveniente de áreas sob sua gestão avaliado em 2,2 milhões de euros, segundo anúncio publicado em Diário da República.

A hasta pública está marcada para 30 de maio, na Casa da Portela, em Amarante.

As peças do procedimento podem ser consultadas no Departamento de Conservação da Natureza e Florestas do Norte, no Porto, e nos serviços desconcentrados do ICNF em Vila Real, Bragança, Amarante, Braga e Viana do Castelo.

Os concorrentes são obrigados a manter as respetivas propostas durante 66 dias.

O adjudicatário terá de prestar uma caução de 1,1 milhões de euros.