Afonso Dias, condenado a três anos de prisão pelo rapto de Rui Pedro, entregou-se esta no Estabelecimento Prisional de Guimarães, para cumprimento da pena, confirmou o seu advogado à Lusa.

Paulo Gomes acrescentou que o arguido deu entrada naquela cadeia ao final da manhã.

Afonso Dias vai ter de cumprir três anos de prisão pelo rapto de Rui Pedro, a criança de 11 anos que desapareceu em Lousada a 4 de março de 1998.

O arguido, camionista de profissão, fora absolvido em 1.ª instância pelo Tribunal de Lousada, mas depois condenado pela Relação do Porto e pelo Supremo Tribunal de Justiça (STJ).

A defesa ainda recorreu para o Tribunal Constitucional (TC), que em janeiro recusou o recurso.

Após esta decisão, Afonso Dias já tinha feito uma primeira tentativa para cumprimento da pena, mas a sua entrada na prisão seria «recusada», por na ocasião ainda não terem sido emitidos os respetivos mandados.

Entretanto, o advogado da família de Rui Pedro, Ricardo Sá Fernandes, disse à Lusa que os mandados já tinham sido emitidos.