Cerca de 50 bombeiros, de seis corporações, apoiados por dois meios aéreos, estão a combater um incêndio que deflagrou numa serração de madeiras na zona industrial da Lameira, em Celorico de Basto, disseram à Lusa os bombeiros.

Fernando Marinho Gomes, segundo comandante dos bombeiros de Celorico de Basto, informou que o incêndio foi comunicado aos bombeiros às 9:40.

Quando os meios de socorro chegaram ao local, encontraram várias pilhas de madeira no exterior da nave industrial envoltas em chamas.

A vento forte e o facto de os pontos de água da zona industrial não funcionarem dificultaram, segundo os bombeiros, o combate às chamas.

O incêndio propagou-se rapidamente a uma zona de mato próxima da autoestrada A7, obrigando os meios a combater prioritariamente naquela área para evitar que as chamas atingissem a acessibilidade rodoviária.

Às 14:10, os meios dos bombeiros, auxiliados por máquinas da própria empresa, estavam a retirar da zona do incêndio material inflamável para evitar que o fogo alastrasse a mais pilhas de medeira.

"O fogo está dominado, mas ainda temos trabalho para mais algumas horas", previu o segundo comandante.

No combate estão envolvidos os meios das corporações de bombeiros de Celorico de Basto, Fafe, Guimarães, Vizela, Cabeceiras de Basto e Taipas, apoiados por 13 viaturas, além dos dois helicópteros, um pesado e um ligeiro.

Não há vítimas a registar.