Duas jovens foram baleadas na pastelaria onde trabalhavam em Pinhão, concelho de Alijó, distrito de Vila Real, apurou a TVI. Inicialmente as autoridades informaram que as duas jovens tinham morrido, mas a TVI sabe agora que apenas uma das vítimas faleceu. O principal suspeito já se entregou às autoridades. Os moradores da zona dizem que ele tinha «muitos ciúmes a miúda», a namorada, que sobreviveu, mas está em estado considerado muito grave. 

O alerta foi dado por volta das 07:00 da manhã e as jovens têm 21 e 23 anos. 

Os primeiros militares da GNR que chegaram ao local do crime detetaram duas vítimas, que suspeitaram estar mortas, mas só posteriormente foi verificado que uma delas ainda respirava.

A jovem, que seria namorada do suspeito, que se encontra em estado crítico vai ser transferida para os cuidados de neorocirurgia do Hospital de Santo António, no Porto, mas com lesões graves que inspiram muitos cuidados. O prognóstico é muito reservado.  



A jovem que morreu estava a trabalhar no estabelecimento e era prima da namorada do suspeito.



O principal suspeito tinha-se colocado em fuga num carro BMW branco, mas entregou-se por volta das 08:30 nas instalações da PSP de Vila Real.

Na altura em que ocorreram os disparos estariam seis pessoas a trabalhar na pastelaria. Logo após o alerta, a GNR acionou os meios dos postos vizinhos, avisou a PSP e a PJ. Foi montada uma operação para encontrar o suspeito, através da localização da viatura.


O tenente-coronel João Morgado, do comando da GNR de Vila Real, disse à agência Lusa que a Guarda ainda está a apurar as causas que levaram aos disparos.

No entanto, tudo indica que se trate de um crime passional. Ao que a TVI apurou no local, o suspeito tem 38 anos e a jovem que ficou gravemente ferida, de 21, era a namorada. 
   

O suspeito, que disse às autoridades que atirou a arma ao rio, vai ser presente na quinta-feira ao Tribunal de Alijó, disse fonte da Polícia Judiciária (PJ).

Os vizinhos descrevem o indivíduo como um homem «ciumento» e «autoritário» no seu relacionamento com a vítima.