Dois portugueses ficaram feridos neste sábado na sequência de um acidente no estaleiro do porto da Palmeira, no Sal, mas encontram-se fora de perigo, segundo disse a cônsul honorária de Portugal naquela ilha cabo-verdiana à agência Lusa.

Segundo Sílvia Sousa, os dois portugueses são trabalhadores da CPTP, empresa do grupo Mota-Engil, que se dedica ao aluguer de equipamento de construção.

Um dos portugueses sofreu uma fratura numa perna e foi submetido a uma intervenção cirúrgica e o segundo fraturou as costelas, mas os dois "estão fora de perigo e não inspiram cuidados", de acordo com Sílvia Sousa, que está no hospital a acompanhar a situação dos dois trabalhadores.

Segundo a publicação Oceanpress, juntamente com os portugueses ficou igualmente ferido um trabalhador cabo-verdiano.

O site de notícias adianta que o acidente aconteceu cerca das 10 horas (mais duas em Lisboa) deste sábado no cais da Palmeira, quando um camião caiu sobre os três homens, informação não confirmada pela cônsul portuguesa, que contudo não adiantou pormenores sobre o acidente.