Um jovem agredido pelos colegas, com bofetadas e socos, ao longo de cerca de 13 minutos. É assim o vídeo que está a gerar uma onda de revolta nas redes sociais e que foi filmado na via pública há um ano, Figueira da Foz.

O registo foi partilhado esta terça-feira e poucas horas depois já contava com milhares de partilhas no Facebook. A presidente da Comissão de Proteção de Crianças e Jovens (CPCJ) da Figueira da Foz já disse, esta quarta-feira, que esta entidade vai averiguar os acontecimentos divulgados. 

Os comentários multiplicam-se e já chegaram a outras redes sociais, como o Twitter, onde os utilizadores se mostram chocados com a violência das agressões.


 
 
Este não é o primeiro caso do género em Portugal. Em 2011, um vídeo publicado no Facebook mostrava uma jovem de 14 anos a ser brutalmente pontapeada por duas raparigas da mesma faixa etária. Tudo terá começado por uma acesa troca de palavras: a vítima terá insultado a mãe de uma das agressoras. A cena de pancadaria violenta foi filmada por um rapaz que assistiu a tudo, sem intervir.