O Governo de Macau está a recrutar 14 médicos especialistas em Portugal, que irão trabalhar no Centro Hospitalar Conde de São Januário de Macau, divulgou esta quarta-feira a Ordem dos Médicos portuguesa na sua página eletrónica.

Os serviços de saúde da Região Administrativa Especial de Macau (RAEM-China), perante o crescimento e desenvolvimento da medicina, verificou ser necessário e urgente recrutar médicos especialistas em Portugal”, de acordo com a nota da Ordem dos Médicos.

As especialidades médicas procuradas são cardiologia (3 vagas), ortopedia (3), oftalmologia (3), otorrinolaringologia (2) e anestesiologia (3).

A remuneração de um médico especialista é fixada consoante a experiência profissional, entre 84.915,00 e 114.750,00 patacas (equivalente a 8.524,00 euros e 11.519,00 euros), prestando 45 horas semanais de trabalho, de acordo com a Ordem dos Médicos.

De acordo com as disposições do estatuto dos trabalhadores da Administração Pública de Macau, os médicos terão ainda direito a subsídio de Natal, a 22 dias úteis de férias e subsídio de férias após um ano de serviço.

Os trabalhadores recrutados terão ainda direito a um bilhete de avião de ida e volta para Macau, em classe económica, bem como alojamento.

Os candidatos interessados devem enviar para os serviços de saúde, entre hoje e 13 de março, os documentos comprovativos das habilitações académicas e profissionais, anexando o currículo, utilizando o correio eletrónico dp7@ssm.gov.mo

Após a verificação dos requisitos, será organizada pela Ordem dos Médicos portuguesa uma entrevista por videoconferência ou pessoalmente.

Mais esclarecimentos podem ser obtidos pelo correio eletrónico kikilo@ssm.gov.mo ou anawong@ssm.gov.mo, ou através da Ordem dos Médicos portuguesa.