Uma parte da praia urbana da Póvoa de Varzim foi hoje interdita, por precaução, devido a dois cadáveres de golfinhos que deram à costa, confirmou à agência Lusa o comandante da capitania local.

Os corpos dos dois animais surgiram esta tarde na praia do Carvalhido, junto à principal marginal urbana poveira, em estado de decomposição, despertando atenção de muitos banhistas, levando as autoridades marítimas a criar um perímetro e isolar parte da praia.

Por uma questão de precaução, interditamos uma faixa de 20 metros em torno dos animais, de forma a evitar que as pessoas lhes toquem, pois não se sabendo a causa da morte, podem ser focos de doença", explicou à Lusa Marques Coelho, o comandante da capitania da Póvoa de Varzim e Vila do Conde.

Segundo este responsável, os cadáveres dos animais só serão "sexta-feira retirados da praia, pelos serviços da Câmara Municipal da Póvoa de Varzim", mantendo-se a Polícia Marítima a acompanhar a situação.

O comandante garantiu que assim que os cadáveres dos animais sejam retirados dos areais, será levantada a interdição naquela faixa da praia.