A Polícia Judiciária (PJ) anunciou a detenção de um jovem de 20 anos, estudante, que é suspeito de ter cometido nove crimes de incêndio florestal nos concelhos de São Pedro do Sul e de Castro Daire, no distrito de Viseu.

Em comunicado, a PJ refere que, com a colaboração do Serviço de Proteção da Natureza da GNR de Viseu, identificou e deteve o suspeito destes incêndios, "que vinham ocorrendo desde o passado dia 20 de março" nos dois concelhos.

"Os incêndios iniciaram-se através de chama direta, na abundante vegetação seca que se encontrava nos terrenos ardidos, constituída por pinhal e mata, pondo em perigo a extensa mancha florestal lá existente e, em alguns casos, habitações próximas", explica.

Segundo a PJ, um dos incêndios que terá ateado na quarta-feira à tarde "lavrou ainda durante a noite, tendo consumido uma área muito elevada de mancha florestal".

A PJ refere que o jovem "atuou sem ser possível determinar qualquer motivação racional ou explicação plausível".

O suspeito vai ser presente às autoridades judiciárias na comarca de Viseu para primeiro interrogatório judicial e aplicação das medidas de coação.