Notícia atualizada às 15:40

A bactéria da legionella fez duas novas mortes. Com esta nova informação, sobe para sete o número de mortes. 

De acordo com a Lusa, que cita fonte do Ministério da Saúde, as duas últimas vítimas mortais estavam internadas nos hospitais de Vila Franca de Xira e Pulido Valente, em Lisboa.  

Segundo a Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo, já há 291 pessoas infetadas, só na região de Lisboa. Dessas, 49 estão nos cuidados intensivos. Nove doentes já tiveram alta clínica.

Legionella: o ponto da situação

Ao final da noite de terça-feira, foi divulgado um novo caso em Santarém. Um homem, de 49 anos, camionista de profissão com deslocações recentes a uma das fábricas em Vila Franca de Xira que se suspeita estar na origem do surto, foi internado no Hospital de Santarém, onde o diagnóstico foi confirmado

O ministro da Saúde, Paulo Macedo, confirmou ainda que há dois doentes que viajaram de Vila Franca de Xira para Angola e Peru.