Iniciativa promovida pelo MNAC-MC, pelo Museu do Chiado e pela Sonae, o galardão distinguiu a obra inédita "1989", de Tatiana Macedo, 34 anos, um dos cinco finalistas nesta primeira edição.

Diogo Evangelista, os Musa paradisíaca (Miguel Ferrão e Eduardo Guerra), Rui Penha e Patrícia Portela eram os outros quatro jovens artistas finalistas, cujas obras vão estar também em exposição até 31 de janeiro de 2016, refere a Lusa.

De acordo com a organização, a obra da artista premiada destaca-se por "explorar o meio videográfico e fílmico de uma forma pessoal e sensível, relacionando o individual com o político".

Tatiana Macedo, nascida em 1981, vive em Lisboa e trabalha entre Lisboa, Londres e Amesterdão. Estudou Belas Artes na Central St. Martins College of Art & Design e fez um mestrado em Antropologia Visual pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade de Lisboa.