Um diplomata da Delegação da União Europeia (UE) na Tunísia foi esfaqueado pelo filho, este sábado, em Lisboa, tendo sido internado no Hospital de São José, onde permanece, confirmou este domingo à agência Lusa fonte da PSP.

A notícia foi avançada esta tarde pela Correio da Manhã TV, e confirmada pela PSP à Lusa, que disse que o homem, de 53 anos, terá sido esfaqueado pelo filho, de 23 anos, na rua Maria da Fonte, junto ao mercado do Forno do Tijolo, na freguesia de Arroios, em Lisboa.

O filho, que estuda na capital portuguesa, foi detido e será ouvido em tribunal, na segunda-feira de manhã, para serem definidas medidas de coação, disse a fonte policial.

A mesma fonte indicou que o representante da UE está internado no Hospital de São José.

A Lusa contactou o hospital, mas fonte oficial remeteu para segunda-feira a possível prestação de informações.