Certezas, só há uma. Quando cumpriu os cem anos, ainda este mês de agosto, Maria das Dores garantiu estar bem, sem dor nenhuma, nem doença. Por tudo isso e muito mais, a organização do festival aéreo Fly-In Careto Airshow resolveu convidar a utente da Obra Social Padre Miguel, em Bragança, para voar, pela primeira vez.

Domingo, Maria das Dores será uma das passageiras de um avião com 19 lugares que a empresa Aerovip, responsável por ligações aéreas entre Bragança e Portimão (Aerovip), pôs à disposição do festival

Proporcionar à comunidade local o contacto com os aviões é também um dos propósitos do evento que vai juntar 70 aeronaves no próximo fim de semana, no aeródromo municipal de Bragança. 

Por isso, nos dois dias de festival, sábado e domingo, além dos aviões, haverá drones, acrobacia aérea, balões de ar quente, aeromodelismo, demonstrações e voos de divulgação.

Sábado, quem estive presente poderá participar na corrida de drones ou subir num balão de ar quente, na praça Camões, no centro histórico de Bragança.

Festival com caretos

A organização do Festival Fly-In Careto Airshow é do Aeroclube de Bragança. Este ano passou a associar ao certame a imagem dos caretos, as máscaras de origem celta presentes em várias festividades transmontanas ao longo do ano.

Achamos que o Careto seria a imagem mais representativa de Trás-os-Montes e vão lá estar (no festival aéreo) três grupos de caretos", referiu Nuno Miguel Fernandes, da organização, em declarações à Agência LUSA.

Esperando-se 70 aeronaves ligeiras com pilotos portugueses e espanhóis, num total de cerca de 140 participantes, o festival terá o seu ponto alto no domingo: juntam-se à festa os participantes no XIII Raid Aéreo do Noroeste Ibérico, haverá espetáculo de acrobacia, sobrevoo de Caças F-16 da Força Aérea Portuguesa...

...e claro, o batismo de voo da senhora Maria das Dores. Que de dores, não se queixa.