A empresa Águas do Vale do Tejo retomou hoje a produção de água na Estação de Tratamento de Água do Desterro, em Seia, e iniciou o enchimento dos reservatórios dos concelhos de Gouveia, Oliveira do Hospital e Seia.

Em comunicado enviado à agência Lusa, a empresa refere que "a reposição do nível dos reservatórios para distribuição de água a estes municípios tenderá a ser normalizada".

Os municípios de Oliveira do Hospital, Seia e Gouveia alertaram no domingo as populações para eventuais restrições no abastecimento de água, após a captação da Senhora do Desterro ter sido afetada por enxurradas.

A empresa Águas do Vale do Tejo, que abastece os três concelhos a partir daquela captação, também previu no domingo a possibilidade de se verificarem constrangimentos no abastecimento devido às últimas chuvas na zona da Serra da Estrela.

O presidente da Câmara Municipal de Gouveia, Luís Tadeu, disse hoje à agência Lusa que o problema afetou as freguesias de Moimenta da Serra e de Lagarinhos, mas que deve ficar hoje ultrapassado, caso não volte a chover.

Os serviços camarários de Gouveia e a empresa Águas do Vale do Tejo recorreram aos bombeiros e procederam à colocação de água nos depósitos que servem as duas freguesias, sendo que em Lagarinhos a situação está resolvida e em Moimenta da Serra deverá ficar normalizada ainda hoje, referiu.

No vizinho concelho de Seia, onde se localiza a Estação de Tratamento de Água (ETA) da Senhora do Desterro, que abastece algumas localidades dos concelhos de Gouveia, Oliveira do Hospital e Seia, as falhas no abastecimento de água também devem ficar hoje ultrapassadas.

O vereador Luciano Ribeiro, com o pelouro das infraestruturas municipais de Seia, disse à Lusa que o abastecimento de água "está a regularizar".

Temos só algumas falhas pontuais na Freguesia de Paranhos da Beira e nas localidades de Figueiredo e Pereiro [União de Freguesias de Tourais e Lages], que estão a ser abastecidas por carros dos bombeiros, mas durante o dia de hoje fica tudo resolvido, se não houver nenhuma intempérie", disse o autarca.

O município de Oliveira do Hospital também previu hoje que o abastecimento de água no concelho fique normalizado esta semana, após a captação da Senhora do Desterro ter sido afetada por enxurradas.

Os serviços municipais "estimam que o regresso à normalidade aconteça a meio da semana e que os depósitos de reserva se encontrem já nos níveis adequados" sem recurso aos camiões-cisterna dos bombeiros locais e de concelhos vizinhos, segundo um esclarecimento escrito que o gabinete do presidente da Câmara, José Carlos Alexandrino, enviou à agência Lusa.