O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) colocou hoje seis distritos do norte do país em aviso laranja, o segundo mais grave, por causa do mau tempo, prevendo períodos de chuva muito persistente e por vezes forte.

Viana do Castelo, Braga, Vila Real, Porto, Aveiro e Viseu são os distritos com aviso laranja, num dia em que há possibilidade de trovoada nas regiões a norte do sistema montanhoso Montejunto-Estrela e queda de neve nos pontos mais altos da Serra da Estrela e acima dos 1.400 a 1.500 metros nas restantes serras.

Bragança, Guarda, Castelo Branco, Coimbra, Leiria, Lisboa e Setúbal estão com aviso amarelo, o terceiro na escala e que prevê situações de risco para atividades que dependem da situação meteorológica, enquanto os restantes distritos mantém apenas o aviso verde, em que não se prevê qualquer situação meteorológica de risco.

Segundo o IPMA, o vento vai soprar moderado de sudoeste, mas no litoral soprará moderado a forte (30 a 50 km/h), com rajadas até os 90 quilómetros por hora (km/h) a norte do Cabo de Sines.

Para as terras altas o IPMA prevê vento forte a muito forte (45 a 65 km/h) de sudoeste, com rajadas até 110 km/h.

Está igualmente prevista uma subida da temperatura mínima.

Para a Grande Lisboa o IPMA prevê céu muito nublado e períodos de chuva, com vento moderado a forte, e uma subida da temperatura mínima, enquanto que no Grande Porto o vento deverá soprar forte de sudeste, com rajadas até 90 km/h.

Quanto ao estado do mar, estão previstas para a costa ocidental ondas de oeste com 5 a 5,5 metros a norte do Cabo Espichel e ondas de sudeste com 1,5 a 2,5 metros, sendo de 2 a 3 metros na parte mais oeste.

Em Lisboa os termómetros vão variar entre os 12 e os 14 graus, em Lisboa entre os 14 e oa 17 e em Faro entre os 16 e os 19 graus centígrados.