Carlos Alberto Matos Moreira é o novo diretor do Serviço de Estrangeiros e Fronteira, substituindo no cargo Luísa Maia Gonçalves, que se demitiu antes de ser exonerada, anunciou o Ministério da Administração Interna, nesta segunda-feira.

Licenciado em Direito, Carlos Alberto Matos Moreira é, desde 2008, Oficial de Ligação do Ministério da Administração Interna junto da União Europeia, na Representação Permanente de Portugal em Bruxelas.

O novo Diretor Nacional ingressou no SEF em 1991 onde, entre outros cargos, assumiu funções de Diretor Regional do Centro entre 2003 e 2007.

Em comunicado, a ministra Constança Urbano de Sousa indica, ainda, que a Direção Nacional do SEF será assumida interinamente pelos atuais diretores nacionais adjuntos Joaquim Pedro Oliveira e António Carlos Patrício.

Luísa Maia Gonçalves, nomeada já pelo atual Governo, demitiu-se de diretora do serviço na quarta-feira e domingo foi noticiada a demissão dos dois adjuntos, Joaquim Pedro Oliveira e António Carlos Patrício.

O comunicado do Ministério não explica os motivos da demissão de Luísa Maia Gonçalves, mas foi noticiado um alegado mal-estar com a ministra depois de o SEF ter dado um parecer negativo a um projeto de lei, aprovado pela esquerda, para simplificar a lei dos estrangeiros. No domingo, foi noticiada a demissão dos dois adjuntos.

Após a demissão, CDS-PP e PSD insistiram na audição tanto da ministra como da diretora demissionária pela comissão parlamentar de Assuntos Constitucionais, que não tem ainda data marcada.