"Se a maioria não viabilizar esse requerimento, estamos mesmo disponíveis para forçar um agendamento potestativo dessa audição", vincou o vice-presidente da bancada socialista Marcos Perestrello em declarações aos jornalistas.




"Há períodos do dia em que um terço das ambulâncias de socorro na região de Lisboa está inoperacional. Consideramos essa situação inaceitável", declarou o parlamentar socialista.