O mau tempo levou ao cancelamento de 16 voos no Aeoroporto Cristiano Ronaldo, na Madeira. A partir do início da tarde, foi possível realizar a partida e chegada de dois voos.

Foram ainda desviados para o Porto Santo dois voos, além de um para o Porto e outro para Faro. Estes voos foram reprogramados para este sábado.

A próxima aterragem está prevista para as 18.00 e é um voo proveniente de Basileia, na Suíça.

Viagem do "Lobo Marinho" cancelada

A viagem de hoje do "Lobo Marinho", o navio que assegura a linha marítima entre as ilhas da Madeira e Porto Santo, também foi cancelada, segundoa concessionária, na sua página da Internet.

A Porto Santo Line (PSL) refere que a viagem, com saída do Funchal prevista para as 19:00 e o regresso do Porto Santo às 22:30, foi cancelada "devido às más condições meteorológicas que põem em causa a segurança do navio e dos seus passageiros".

A alteração da passagem "está isenta da respetiva taxa" e os passageiros afetados se devem dirigir aos balcões da PSL ou entrar em contacto via telefone para remarcar a ligação.

Quedas de árvores, pequenas derrocadas e inundações

A Câmara do Funchal informou que registou desde as 06:00 e até às 12:00, um total de 34 ocorrências relacionadas com quedas de árvores, pequenas derrocadas e inundações que ocuparam as duas corporações de bombeiros do concelho (Sapadores do Funchal e Voluntários Madeirenses e a Proteção Civil Municipal).

Segundo informação da Direção Regional de Estradas, estão encerradas três estradas e 16 estão "com o trânsito condicionado, na consequência da intempérie".

A Proteção Civil Regional, até ao momento, ainda não emitiu qualquer tipo de informação relativamente às eventuais ocorrências que tenham acontecido.

Fonte do Governo Regional, que tutela o Serviço Regional de Proteção Civil, remeteu "o ponto de situação para mais tarde".

A capitania do Porto do Funchal mantém ativos avisos para agitação marítima forte, vento forte e má visibilidade para a orla costeira do arquipélago, enquanto o IPMA estendeu o aviso laranja (o segundo mais grave numa escala de quatro) para as zonas montanhosas até às 18:00 de hoje e para a costa sul até às 15:00, por causa do vento.

De acordo com a estação meteorológica que o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) tem no aeroporto, foi registada pelas 06:10 horas desta manhã uma rajada de 106 quilómetros/hora.

No que concerne às estradas regionais, de acordo com informação da Direção Regional de Estradas, estão encerradas duas estradas e 12 estão "com o trânsito condicionado, na consequência da intempérie".