O Grupo de Intervenção Proteção e Socorro (GIPS) da GNR foi hoje acionado para apoiar o resgate de seis pessoas que se encontravam em dificuldades no Parque da Peneda-Gerês, revelou à agência Lusa fonte do comando das operações.

De acordo com o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Vila Real, as seis pessoas, acompanhadas por bombeiros, estão a caminho da Portela do Homem, no Gerês, "mas o percurso é difícil e as condições climáticas não são favoráveis".

Para apoiar esse regresso, a pé, às zonas onde se encontram as ambulâncias e outras viaturas de apoio, foi pedida a intervenção do GIPS, grupo especial da GNR preparado para agir em zonas de difícil acesso.

Contactado pela agência Lusa, o tenente-coronel Albino Tavares, que está a gerir a intervenção do GIPS, acrescentou que o regresso poderá demorar cerca de duas horas, havendo riscos de hipotermia devido ao frio.

As seis pessoas em dificuldades foram localizado às 17:35 pelos bombeiros e pelo INEM num abrigo, segundo o CDOS.

Ao início da tarde, o CDOS de Vila Real informou estarem perdidas duas pessoas nas Minas dos Carris mas, pelas 15:00, divulgou que a esse primeiro grupo, que afinal era de três pessoas, juntou-se um segundo, com outras três.

O alerta inicial terá sido dado pelas 13:20, momento a partir do qual o Centro de Orientação de Doentes Urgentes (CODU) acionou os Bombeiros Voluntários de Salto, no concelho de Montalegre, distrito de Vila Real, e os Bombeiros Voluntários de Terras de Bouro, no distrito de Braga.